____________________________________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________________________________

Arquivo do Blog:

16 junho, 2009

Nota de Falecimento - Pe. Gisley

Informamos com muita tristeza que hoje (16/06) foi confirmado o falecimento do Pe. Gisley de Azevedo Gomes, assessor nacional do Setor Juventude. Pe. Gisley teria sido vítima de assalto, visto pela última vez no domingo (14/06) e tendo seu corpo encontrado hoje no período da tarde.

- Não o conheci pessoalmente, porém acompanhei trabalhos, textos e sua luta pela juventude, principalmente contra a violência – Infelizmente agora vítima dela!!!

De fato é muito triste! É uma perda muito grande para toda nossa juventude, para nossa PJ...

Rezemos e que sua luta possa ser exemplo e força para todos nós!!!

Segue [abaixo] nota oficial da CNBB, confirmando o assassinato do Pe. Gisley.








Nota da CNBB sobre assassinato do Pe. Gisley
em 16/06/2009 15:00:18

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, profundamente consternada, comunica o assassinato do padre Gisley Azevedo Gomes, CSS, assessor nacional do Setor Juventude desta Conferência, ocorrido ontem, 15 de junho. O crime está sendo investigado com empenho pela Polícia com o acompanhamento dos advogados da CNBB e da Congregação dos Sagrados Estigmas (Estigmatinos) à qual padre Gisley pertencia.

Ordenado em 29 de maio de 2005, padre Gisley estava na assessoria do Setor Juventude da CNBB há pouco mais de dois anos. Comprometido com a vida da juventude, organizava, juntamente com as Pastorais da Juventude do Brasil, a Campanha Nacional contra o Extermínio da Juventude que tem como lema “Juventude em marcha contra a violência”. Lamentavelmente ele foi vítima da violência que ansiava combater.

Esperamos confiantes que o crime seja apurado com eficiência e os culpados punidos com justiça. Lembrando a Campanha da Fraternidade que realizamos sobre a Segurança Pública, reafirmamos a urgência de toda a sociedade se mobilizar para por fim à violência que ceifa vidas tão precocemente.

Aos familiares e amigos do padre Gisley, à Congregação dos Estigmatinos, às Pastorais da Juventude do Brasil e aos Movimentos Juvenis a CNBB manifesta seu pesar e sua solidariedade, firmada na palavra do evangelho que nos faz crer na Ressurreição. Cremos firmemente que, neste momento, padre Gisley, atendendo à voz do Cristo que disse: “Jovem, eu te digo, levanta-te!” (Lc 7,14), nasce para a vida eterna . Que Nossa Senhora Aparecida o acolha no Reino de seu Filho Jesus.

Brasilia, 16 de junho de 2009
Dom Geraldo Lyrio Rocha
Arcebispo de Mariana
Presidente da CNBB
.
Dom Luiz Soares Vieira
Arcebispo de Manaus
Vice-presidente da CNBB
.
Dom Dimas Lara Barbosa
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro
Secretário Geral da CNBB
.

12 comentários:

  1. Partida irônica! A Juventude está em LUTO!

    ResponderExcluir
  2. Célia Braz17 junho, 2009

    Nossa juventude esta novamente orfã, perdemos um
    grande amigo.

    ResponderExcluir
  3. Missa em Memória de nosso amigo Pe. Gisley


    Local: Anchietanum - Rua Apinajés, 2033
    (próx. ao metrô Vila Madalena)

    Data: Domingo (21/06/2009)
    Horário: às 16hs
    Celebrantes: Dom Altieri, bispo responsável pela Juventude no Estado de São Paulo; Pe. Jorge Boran, diretor do CCJ e Pe. Alexandre, da equipe do Anchietanum.

    ResponderExcluir
  4. ir. Sandra17 junho, 2009

    "Ninguém tem maior amor do que aquele que dar a vida por seus amigos"
    Padre Gisley, não te conhecia pessoalmente, no entanto compartilho do teu amor pela juventude, amor que muitas vezes te levou a sentir o peso da cruz. Teu exemplo, tua adesão ao mundo juvenil, me anima, me lança, me convoca. A morte não tem a última palavra, porque Cristo a venceu.
    Teu martírio é semente fecunda no terreno da vida é alimento que manterá o ritmo e o passo de quem compartilha dos teus sonhos e esperanças. Obrigada por teu testemunho de vida e de amor a juventude.

    ResponderExcluir
  5. é eu também não o conheci pessoamente mas conhecia sua caminhada e o seu amor pela juventude, fiquei muito abalada com a niticia...
    mas temos agora mas do que nunca é lutar e gritar
    contra a violêcia!!!!!!!!!
    juvetude vai sentir muito a falta de Pe.Gisley ele era um exemplo para todos, por isso vamos lutar pois a "JUVENTUDE QUER VIVER"

    ResponderExcluir
  6. Denilton (TON)18 junho, 2009

    Não conhecia pessoalmente o Pe Gisley, mas acompanhei suas falas e atos nesses anos, somo com todos vocês a tristeza sobre esse lamentavel acontecimento.
    Ele que deixou um grande testemunho de vida, e que lutou contra o exterminio da juventude e maioridade penal, deixou a semente que hoje é regada com nossas lagrimas.
    Não tenho duvidas que nesse momento Pe Gisley, se soma com nossos grande companheiros Dom Helder, Pe JOsimo, Irmã Doraty, Dom Luciano, e que intercederão e estarão sempre conosco nessa Caminhada

    Arregassemos a nossas mangas e vamos a luta pois "A JUVENTUDE QUER VIVER"

    " Só Vale a pena viver por uma causa, se valer a pena morrer por ela"

    ResponderExcluir
  7. Companheir@s realmente é uma grande perda para juventude, lamentamos muito principalmente da forma barbara q foi, agora mais do q nunca temos q difundir este trabalho pelo qual ele tanto lutava e incurtir em nossos corações a Civilização do Amor!
    Força na luta queridos e caminhemos rumo à Deus que nos ama e nos quer bem!!!

    ResponderExcluir
  8. não foi um simples assalto, o Padre foi se encontrar com os criminosos, agora a pergunta? como, por meio de que, porque?

    ResponderExcluir
  9. Horácio Freire, SJ18 junho, 2009

    Anônimo!!! você não o conhecia. Certo?
    Melhor ficar em silêncio!!!
    Ele éra um amigo!! Não poedemos brincar com sentimentos!!!

    ResponderExcluir
  10. Sou do Setor Juventude da Arquidiocese de Vitória-ES. Olha conheci o padre Gisley em abril numa reunião do Regional Leste II, cara era espetacular, mto simpático, preocupado msm com as necessidades da juventude, promotor da paz. Diante de uma perda como a dele, precisamos não esquecer das suas lutas e abraçarmos tbm a causa de sermos juventude Livre sim e optamos pela vida.
    Deidilaura

    ResponderExcluir
  11. Muchos de la Pastoral de Juventud de Paraguay llegaron a conocer al P. Gisley, otros lo conocimos sólo por medio del testimonio de sus amigos y por el gran trabajo que venia realizando en la PJ de Brasil. Nos unimos al dolor de toda su familia, de la PJ de Brasil y Latinoamerica por este triste suceso. Que su muerte no sea en vano, trabajemos todos unidos por un mundo más justo y fraterno. Con pesar, Kelly Barreto. Paraguay.

    ResponderExcluir

Receba as postagens por e-mail:

Busca no blog: