____________________________________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________________________________

Arquivo do Blog:

14 outubro, 2009

Whiphala

A Whiphala é uma bandeira de origem andina!
A palavra Wiphala tem origem das palavras "aymaras":
- Wiphay que é uma expressão de alegria;
- Phalax que é o sonho produzido por conduzir uma bandeira.

A Wiphala é “propriedade” das nações originárias, e hoje representa como um símbolo das classes exploradas, oprimidas, humilhadas e marginalizadas. É um simbolo muito utilizado em marchas de lutas e espiritualidades, principalmente ligadas à TdL.
.

Significado das cores
As cores se originam no arco-íris, tomado como referência pelos antepassados Andinos, para mostrar a composição e estrutura dos emblemas e organizar a sociedade comunitária e harmónica dos Andes.

Vermelho: Representa o Planeta Terra (aka-pacha), é a expressão do homem andino, no aspecto intelectual, é a filosofia cósmica no pensamento e conhecimento dos Amawatas.

Laranja: Representa a sociedade e a cultura, é a expressão da cultura, também expressa a preservação e procriação da espécie humana, considerada a mais apreciada riqueza patrimonial da nação, a saúde e medicina, a formação e educação, a prática cultural da juventude dinâmica.

Amarelo: Representa a energia e força (ch'ama-pacha), é a expressão dos princípios morais do homem andino, é a doutrina de Pacha-Kama e Pacha-Mama: a Dualidade (chacha-warmi) são as leis e normas, a prática coletiva da irmandade e solidariedade humana.

Branco: Representa o tempo (jaya-pacha), é a expressão do desenvolver e a transformação permanente do Quallana Marka sobre os andes, e o desenvolver da ciência e a tecnologia, e arte, e trabalho intelectual e manual que gera a reciprocidade e harmonia dentro da estrutura comunitária.

Verde: Representa a economia e produção andina, é o símbolo das riquezas naturais, da superfície e sub-solo, representa terra e território, e assim mesmo a produção agropecuária, a Flora e Fáuna, as reservas hidrológicas e minerais.

Azul: Representa o espaço cósmico, o infinito (araxa-pacha), é a expressão dos sistemas estrelares do universo e os efeitos naturais que estão sobre a terra, é a astronomia e a física, a organização socioeconômica, política e cultural, é a lei da gravidade, as dimensões e fenômenos naturais.

Violeta: Representa a política e ideologia andina, é a expressão de poder comunitário e harmónico dos andes, o instrumento do estado, como uma estância superior, que é a estrutura do poder, as organizações, sociais, econômicas e culturais e a administração do povo do país.

...

O quanto temos visto este simbolo em nossas lutas e em nossas marchas?
Quando comecei a pesquisar sobre a Wiphala para poder postar, me veio essa pergunta e ainda mais: Quantos jovens dos grupos de jovens de hoje, conhecem ou já ouviram falar da Wiphala, ou mesmo outros, como o Anel de Tucum?

As vezes fico pensando que alguns destes simbolos estão se perdendo e junto algumas ideologias! Vejam, quando digo “que estão se perdendo”, falo isso pela realidade onde estou, não quero generalizar, para tal gostaria de saber dos/as companheiros/as:

Como este simbolo repercuti em sua região? Vocês já o utilizaram em algum momento (luta, marcha, de espiritualidade, etc)?


Abraços e Força na Luta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba as postagens por e-mail:

Busca no blog: